domingo, 4 de abril de 2010

Fórmula 1 - "Sem Zica" Vettel vence na Malásia! E Massa assme liderança do Campeonato!!


Amigos do Esquadrão Interativo, na manhã deste Domingo tivemos mais uma espetacular prova da Fórmula 1, a chuva tão esperada por Schumacher e Rubinho não veio, mas com Ferrari e McLaren largando no final do grid a prova ganhou em emoção. Saldo excelente para Massa, que terminou á frente de Alonso e agora tem a mesma pontuação do Espanhol.

A Prova

Na largada uma prova de habilidade dos pilotos, nenhum acidente, mesmo com Rubens Barrichello ficando parado no grid todos conseguiram desviar. Logo aí já teve emoção, Di Grassi precisou de muita habilidade para desviar do carro de Barrichello. Na frente, Webber que largou na pole deu mostra de que realmente não é piloto pra ser campeão da F1, tomou a ultrapassagem de Vettel logo na largada.

Lá atrás, Ferraris e McLarens pagavam o preço de ter escolhido uma estratégia errada no treino, e vinham costurando ultrapassagens. Hamilton era o que se saía melhor, e logo Hamilton já estava entre os 8 primeiros deixando a encrenca, Sebástian Buemi para Felipe Massa, que ficou travado atrás do piloto da STR.

Button viu que ficaria travado atrás de Massa e Buemi e antecipou a parada, á princípio a estratégia parecia boa, mas na parte final da prova o desgaste de pneus fez com que Button perdesse o rendimento, aí Massa levou vantagem decisiva sobre Alonso.

Á esta altura Michael Schumacher já havia abandonado a prova, e via dos boxes seu companheiro Nico Rosberg fazer prova tranquila para levar o carro ao pódio e a briga pelo título do campeonato. Rubens Barrichello sofria á bordo de uma Williams extremamente pobre, o piloto acabou superado pelas STR e pelo seu companheiro Hulkenberg pela primeira vez no ano, Nico Hulkenberg marcou seu primeiro pontinho na temporada, e com esse carro não será o primeiro de muitos não.

Mas vejam como é a tal da "tradição" Rubens Barrichello foi para uma das piores equipes para a qual ele poderia ir. O motor Cosworth todos sabemos que é tenebroso, mas não é apenas isso. Vemos os carros de Force India e STR com um bom projeto aerodinâmico, e eles tem motores bem melhores que os Ford Cosworth (Mercedes e Ferrari), o pobre projeto aerodinâmico da Williams não proporciona velocidade ao carro, a dirigibilidade é péssima, a Williams hoje faz parte de uma "segunda categoria" de uma F1 dividida em 3 categorias. A categoria das equipes TOP em aerodinâmica vem com: RBR, Ferrari, McLaren, Mercedes, Renault, Force India e STR. Depois vem a dos carros ruins em aerodinâmica e frágeis na parte mecânica: Williams e Sauber. E depois vem os que são de outra categoria mesmo: Lotus, Virgin e Hispânia.

Rubinho vai sofrer demais com essa Williams que é ruim de tudo, e é aí que entra o engano de se pensar em tradição. Se Rubinho estivesse hoje na Force India, teria chances de brigar por pódios até, Rubens poderia ter negociado com uma equipe melhor, cacife pra isso ele tem.

Falando em Force India, no começo da prova a equipe tinha os seus 2 carros na zona de pontuação, mas Vitantonio Liuzzi teve problemas mecâncicos e abandonou a prova. Com isso, as atenções em relação á Force India se voltaram para Adrian Sutil, e ele soube bem concentrar essas atenções, segurou o especialista em ultrapassagens Lewis Hamilton para garantir a 5ª posição, e chegou até a deter a volta mais rápida da prova em um momento da corrida.

Perto do fim, momento decisivo da corrida foi a ultrapassagem de Felipe Massa pra cima de Jenson Button, que pelo desgaste dos pneus tinha rendimento ruim, mas se defendia com extrema habilidade. Com isso, a confusão ficou para Fernando Alonso, que vinha com um problema de câmbio, Button deu o X duas vezes pra cima de Alonso, e á 2 voltas do fim, o lance final da disputa, mais uma vez Alonso colocou de lado e ultrapassou, Alonso espalhou e Button deu o X novamente, mas o motor de Alonso estourou numa combinação explosiva, correr com marchas á menos, e ficar por várias voltas no vácuo de Button, a combinação gerou um super-aquecimento do motor tirando o Espanhol da prova, foi o preço que Alonso pagou por arriscar tudo.

Na frente Vettel passou soberano a linha de chegada para vencer a prova, o Alemão não foi incomodado em nenhum momento pelo passivo Mark Webber.

Bom desempenho dos novatos Brasucas; Lucas di Grassi foi o "vencedor" dessa 3ª categoria que falei, o Brasileiro terminou em 14º 3 voltas atrás. Já Bruno Senna sofreu como sempre á bordo dessa Hispânia quase impossível de dirigir, mas protagonizou um bom momento, fazendo ultraassagem sob Jarno Trulli, da Lotus. Bruno Senna completou a prova na 16ª posição 4 voltas atrás, deixando Trulli na última posição uma volta atrás dele.

Cabe também menção honrosa á Robert Kubica, que mais uma vez pilotou brilhantemente e conduzui sem sustos sua Renault ao 4º lugar, não tenho dúvidas que se Kubica estivesse em uma equipe melhor estaria brigando pelo título de forma mais direta.

Realmente está difícil fazer previsões, Massa fez uma jogada de campeão ao ultrapassar Jenson Button, mas é bom lembrarmos que Alonso tinha problemas mecânicos e que poderia ter também conseguido a ultrapassagem e permanecido na prova se o carro estivesse ok. Na minha opinião a disputa vai ficar mesmo entre Vettel (se o azar tiver mesmo ido embora), Alonso e Massa. Com Button e Rosberg correndo por fora na base da regularidade, e com a incógnita de Lewis Hamilton, que se tiver a paciência que teve hoje lá na frente pode sim buscar os primeiros colocados.

Classificação da Prova

1º Sebastian Vettel (ALE /Red Bull)
2º Mark Webber (AUS/Red Bull) a 4,8 segundos
3º Nico Rosberg (ALE/Mercedes) a 13,5 segundos
4º Robert Kubica (POL/Renault) a 18,5 segundos
5º Adrian Sutil (ALE/Force India) a 21 segundos
6º Lewis Hamilton (ING / McLaren) a 23,4 segundos
7º Felipe Massa (BRA/Ferrari) a 27 segundos
8º Jenson Button (ING/McLaren) a 37,9 segundos
9º Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) a 70,6 segundos
10º Nico Hulkenberg (ALE/Williams) a 73,3 segundos
11º Sebastian Buemi (SUI/Toro Rosso) a 78,9 segundos
12º Rubens Barrichello (BRA/Williams) a 1 volta
13º Fernando Alonso (ESP/Ferrari) a 2 voltas
14º Lucas di Grassi (BRA/Virgin) a 3 voltas
15º Karin Chandhok (IND/Hispania) a 3 voltas
16º Bruno Senna (BRA/Hispania) a 4 voltas
17º Jarno Trulli (ITA /Lotus) a 5 voltas

Não Completaram

Heikki Kovalainen (FIN / Lotus) - Abandonou na 46ª volta
Vitaly Petrov (RUS / Renault) - Abandonou na 32ª volta
Vitantonio Liuzzi (ITA / Force India) - Abandonou na 12ª volta
Michael Schumacher (ALE / Mercedes) - Abandonou na 10ª volta
Kamui Kobayashi (JAP / Sauber) - Abandonou na 8ª volta
Timo Glock (ALE / Virgin) - Abandonou na 2ª volta
Pedro de la Rosa (ESP / Sauber) - Não largou

Mundial de Pilotos

1º Felipe Massa (Ferrari) 39
2º Fernando Alonso (Ferrari) 37
3º Sebastian Vettel (RBR-Renault) 37
4º Jenson Button (McLaren-Mercedes) 35
5º Nico Rosberg (Mercedes) 35
6º Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 31
7º Robert Kubica (Renault) 30
8º Mark Webber (RBR-Renault) 24
9º Adrian Sutil (Force India) 10
10º Michael Schumacher (Mercedes) 9
11º Vitantonio Liuzzi (Force India) 8
12º Rubens Barrichello (Williams) 5
13º Jaime Alguersuari (STR-Ferrari) 2
14º Nico Hulkenberg (Williams) 1

Mundial de Construtores

1º Ferrari 76
2º McLaren (Mercedes) 66
3º RBR (Renault) 61
4º Mercedes/Brawn GP 44
5º Renault 30
6º Force India (Mercedes) 18
7º Williams (Cosworth) 6
8º STR (Ferrari) 2
Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

1 comentários: on "Fórmula 1 - "Sem Zica" Vettel vence na Malásia! E Massa assme liderança do Campeonato!!"

jeferson disse...

Bela corrida. É a prova de que as mudanças no regulamento foram acertadas, por mais que ainda torça o nariz para o fim do reabastecimento (Isso para quem acompanha a F1 desde 1991, talvéz pelo costume mesmo.). Qunato aos jovens talentos (Vettel e Kubica), não tenho dúvidas de que ao menos um deles será campeão mundial, pois, cada qual com sua característica, são talentosos e com futuro extremamente promissor pela frente.